Notícias

Covid-19 A Polêmica Vacinação

   Por Joaquim B. de Souza, Editor
  Domingo, 10/01/2021, 8:40
  Fonte: Da Redação
   Imagem: JB Treinamento em Informática | Um jeito novo de ensinar         Bandeira do Brasil

Imagem: No México, enfermeira de 59 anos foi a primeira a receber a vacina contra covid-19 na América Latina Imagem: PEDRO PARDO/AFP
No México, enfermeira de 59 anos foi a primeira a receber a vacina contra covid-19 na América Latina Imagem: PEDRO PARDO/AFP

"Pelos erros dos outros, o homem sensato corrige os seus" afirmou textualmente Osvaldo Cruz (1872-1917), médico brasileiro, sanitarista, bacteriologista e epidemiologista, e responsável pela erradicação da febre amarela, da varíola e da peste bubônica.
 
O Coronavírus (SARS-COV-2), popularizado pela doença COVID-19, tem causado estrago de proporções gigantesca nas vidas das pessoas, seja através do emocional, da ignorância, da contaminação, da economia e da política energúmena do governo brasileiro.
 
Ficou claro para os cientista do mundo inteiro que  única forma de erradicação ou controle dessa doença é através da vacina, assim como aconteceu com outras doenças infectocontagiosas e transmissíveis entre os seres humanos. Porém, isso custa tempo e dinheiro. Somando-se a isso a estupidez de governantes descontrolados, o risco da população é imensurável.  

Alguns países mundo afora iniciaram suas campanhas de vacinação em dezembro de 2020 (Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, Espanha, Itália, Alemanha, França, todos os países do bloco europeu; como também Chile, Argentina, México...). No Brasil, o processo está emperrado nãos de um governo inoperante, que dá pouca importância a luta contra a Covid-19; retardando o início da vacinação que sequer tem data para começar.
 
Fui com as minhas próprias pernas tomar uma vacina, em 1962, aos 7 anos, no Distrito de Cambuí, no município de Marialva, em meio à chuva e o barro, por pelo menos sete quilômetros. A marca está no braço até hoje! Tudo para evitar que alguma doença da época pegasse a gente de jeito! A última dose que tomei foi agora em 23 de março de 2020, contra H1N1. E tem na caderneta de vacinação uma agendada para 14 de outubro de 2029. Ao longo desses meus 65 anos, vi mãe sofrer ao perder sua criança para a Paralisia Infantil por falta de vacinação; vi mãe permitir que sua criança ficasse deficiente por falta de vacinação contra a Paralisia Infantil.  

Portanto, não dê ouvidos a idiotas, imbecis ou fascistas, vacine-se!

Tabela dos casos da COVID-19, atualizado em 10/01/2021 09:07

Imagem: Tabela de casos de Covid-19 | Infográfico ACLEJU
Imagem: Tabela de casos de Covid-19 | Infográfico ACLEJU


Clube de Autores | jbtreinamento.com.br

Livros nas áreas de informática, gestão, negócios e literatura

+ noticias
ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE