Lembranças de Vinicius de Moraes

Rememoram-se 40 anos de falecimento de Vinicius de Moraes (19 de outubro de 1913 a 9 de julho de 1980), porém ele continua vivo no imaginário social, na diplomacia, na dramaturgia, na poesia, no canto e na composição, só para dizer alguns dos seus talentos. (Prof. Jorge Queiroz)

Últimas Notícias

Eleições 2020 – Duplo Interesse

Grupos mandatários da gestão atual fazem pedidos para o adiantamento das eleições, enquanto que os de oposição não abre mão das eleições este ano. Com razão, tem administração insuportável e prorrogar esse martírio da população não é justo.

Pandemia e educação

O novo coronavírus, motivo da pandemia global, altera a vida das pessoas, em âmbito individual e profissional, a exemplo da alteração que ocorre na educação do ensino básico. (Texto Prof. Jorge Queiroz)

Sergio Moro em três momentos

Enumero três momentos da vida de Sergio Fernando Moro, natural de Maringá - PR (10 de agosto de 1972), ex-ministro da Justiça, ex-magistrado, professor universitário. (Texto Prof. Jorge Queiroz)

Massacre do Centro Cívico completa cinco anos

Aos 29 de abril de 2015, educadores (as) do ensino básico e universitários (as) estaduais e estudantes, em greve, repudiavam o Projeto de Lei 252/2015, encaminhado por Beto Richa, ex-governador do Paraná (janeiro de 2011 a abril de 2018) e réu em ações por inúmeros crimes, à Assembleia Legislativa, que alterou a ParanaPrevidência. (Texto Prof. Jorge Queiroz)

Galeria de fotos


Notícias

Lembranças de Vinicius de Moraes

Professor Jorge Queiroz    Por Jorge A.Queiroz e Silva      
  Sábado, 16/05/2020, 20h20
  Fonte: Por e-mail - De Curitiba
  Imagem: JB Treinamento em Informática | Um jeito novo de ensinar          Bandeira do Brasil

Imagem: Vinicius de Moraes. Crédito da imagem: viniciusdemoraes.com.br
Imagem: Vinicius de Moraes. Crédito da imagem: viniciusdemoraes.com.br

Rememoram-se 40 anos de falecimento de Vinicius de Moraes (19 de outubro de 1913 a 9 de julho de 1980), porém ele continua vivo no imaginário social, na diplomacia, na dramaturgia, na poesia, no canto e na composição, só para dizer alguns dos seus talentos.
           
Mas para mim, que o conheci, em 1977, no bar de Ipanema, Rio de Janeiro, guardo o diálogo que tivemos. Naquela noite, lhe perguntei:   
        
Em entrevista à TV Globo, o que quis dizer com: "Eu sou um labirinto em busca de uma porta de saída?"   
        
Ele respondeu: "A minha alma está à procura incessante do amor e do belo". Em Labirinto, Vinicius de Moraes expõe essa procura. Leiamos.    
         
Labirinto              

Não me lembro de onde vim
E já nem sei mesmo para onde é que eu vou
Não conheço o meu caminho
Estou começando a nem saber se estou
Sou um manequim, eu sou em sem mim
Sou um manequim que a vida já despiu
Que o vento já levou 
           
Dentro deste labirinto            
Sinto crescer a minha solidão
Passam braços que me enlaçam
Mãos que roçam pela escuridão
Que será de mim?
Eu sou eu sem mim
Sou um manequim que vai sem direção
Em busca de seu fim 
           
Ah, quem me dera coragem            
Ah, quem me dera a esperança
Ah, se eu pudesse encontrar o amor
E dizer-lhe que estou ao seu inteiro dispor
De onde surgem estas luzes?
Cruzes! Que medo, são assombrações
Sombras que se arrastam lentas
E, pelos espaços, mais estranhos sons
Estou chegando ao fim, eu sou eu sem mim
Sou um manequim sozinho e sem canções
Estou chegando ao fim 
             
Embora Vinicius de Moraes atraia significativa atenção da população, a meu ver, ainda deixa a desejar no ambiente acadêmico, pois suas obras são poucos estudadas.
           
Aliás, o também genial Carlos Drummond de Andrade (31 de outubro de 1902 a 17 de agosto de 1987) declarou: "Foi o único de nós que teve a vida de poeta". 
          
Caro (a) leitor (a), para conhecer um pouco mais sobre Vinicius de Moraes, acesse  http://www.viniciusdemoraes.com.br/ 


Jorge Antonio de Queiroz e Silva, historiador, palestrante, professor.



Clube de Autores | jbtreinamento.com.br

Livros nas áreas de informática, gestão, negócios e literatura

+ noticias
ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE