Lembranças de Vinicius de Moraes

Rememoram-se 40 anos de falecimento de Vinicius de Moraes (19 de outubro de 1913 a 9 de julho de 1980), porém ele continua vivo no imaginário social, na diplomacia, na dramaturgia, na poesia, no canto e na composição, só para dizer alguns dos seus talentos. (Prof. Jorge Queiroz)

Últimas Notícias

Eleições 2020 – Duplo Interesse

Grupos mandatários da gestão atual fazem pedidos para o adiantamento das eleições, enquanto que os de oposição não abre mão das eleições este ano. Com razão, tem administração insuportável e prorrogar esse martírio da população não é justo.

Pandemia e educação

O novo coronavírus, motivo da pandemia global, altera a vida das pessoas, em âmbito individual e profissional, a exemplo da alteração que ocorre na educação do ensino básico. (Texto Prof. Jorge Queiroz)

Sergio Moro em três momentos

Enumero três momentos da vida de Sergio Fernando Moro, natural de Maringá - PR (10 de agosto de 1972), ex-ministro da Justiça, ex-magistrado, professor universitário. (Texto Prof. Jorge Queiroz)

Massacre do Centro Cívico completa cinco anos

Aos 29 de abril de 2015, educadores (as) do ensino básico e universitários (as) estaduais e estudantes, em greve, repudiavam o Projeto de Lei 252/2015, encaminhado por Beto Richa, ex-governador do Paraná (janeiro de 2011 a abril de 2018) e réu em ações por inúmeros crimes, à Assembleia Legislativa, que alterou a ParanaPrevidência. (Texto Prof. Jorge Queiroz)

Galeria de fotos


Notícias

Massacre do Centro Cívico completa cinco anos

Professor Jorge Queiroz    Por Jorge A.Queiroz e Silva      
  Sexta-feira, 24/04/2020, 12h00
  Fonte: Por e-mail - De Curitiba
  Imagem: JB Treinamento em Informática | Um jeito novo de ensinar          Bandeira do Brasil

Crédito da imagem: Blog da Revista Espaço Acadêmico.
Crédito da imagem: Blog da Revista Espaço Acadêmico.

Aos 29 de abril de 2015, educadores (as) do ensino básico e universitários (as) estaduais e estudantes, em greve, repudiavam o Projeto de Lei 252/2015, encaminhado por Beto Richa, ex-governador do Paraná (janeiro de 2011 a abril de 2018) e réu em ações por inúmeros crimes, à Assembleia Legislativa, que alterou a ParanaPrevidência.


Diante do Palácio Iguaçu e da Assembleia Legislativa, Praça Nossa Senhora de Salete, esses (as) educadores (as) e estudantes, desarmados, foram covardemente humilhados, por 1.600 policiais militares. Estes jogaram bombas de gás lacrimogênio, spray de pimenta e jatos de água, além de tiros com balas de borracha contra profissionais de educação e discentes.


O massacre teve o saldo de 213 feridos. Taciane Grassi, 17 anos, estudante do 3º ano do Colégio Estadual do Paraná, é um exemplo dessa covardia. Ela teve 60% da audição comprometida.


Lembremo-nos ainda da prepotência de Alvaro Dias, ex-governador do Paraná (1987-1991) e na, atualidade, senador pelo Podemos, que determinou que a tropa de choque e a cavalaria agredissem educadores (as), em greve, quando reivindicavam, pacificamente, o pagamento do piso de três salários mínimos, previsto em Lei, porém violado pelo governo. À época, 30 de agosto de 1988, foram apurados 10 feridos.


O impressionante é que Alvaro Dias é formado em História, em 1967, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Londrina, hoje Universidade Estadual de Londrina (UEL). E embora ele tenha negado o uso da violência, as imagens não negam.

Jorge Antonio de Queiroz e Silva, historiador, palestrante, professor.



Magazine Jussara | Magazine Luiza | Magazine Você | jbteinamento.com.br
Imagem: Loja autorizada Magazine Luiza


Clube de Autores | jbtreinamento.com.br

Livros nas áreas de informática, gestão, negócios e literatura
+ noticias
ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE