Notícias

Irmã Dulce, a primeira santa brasileira

Professor Jorge Queiroz    Por Jorge A.Queiroz e Silva      
  Terça-feira,15/09/2019, 21h00
  Fonte: Por e-mail
  Imagem: JB Treinamento em Informática | Um jeito novo de ensinar          Bandeira do Brasil

Imagem 1: Irmã Dulce. Fonte: BBC.
Imagem: Irmã Dulce. Fonte: BBC.

Aos 13 de outubro, domingo, Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes, a religiosa Irmã Dulce (26-05-1914/13-03-1992), da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, natural de Salvador-BA, foi canonizada pelo papa Francisco e passa a ser chamada Santa Dulce dos Pobres.

Imagem 2: Santa Dulce dos Pobres. Fonte: Alberto Pizzoli/AFP.
Imagem:
Santa Dulce dos Pobres. Fonte: Alberto Pizzoli/AFP.

 
De acordo com a guarda local, cerca de 50 mil pessoas (10 mil eram brasileiros) acompanharam a cerimônia de canonização, na praça São Pedro, no Vaticano, defronte à basílica de mesmo nome. Dois milagres de Santa Dulce dos Pobres, essenciais para a canonização, foram reconhecidos pela Igreja Católica:
 
O primeiro, em 2001, ocorreu com Claudia Cristina dos Santos, domiciliada na cidade Malhador, interior do Sergipe, quando as orações à Irmã Dulce teriam estancado uma grave hemorragia pós-parto de 18 horas; o segundo, em 2014, ocorreu com José Maurício Moreira, domiciliado na cidade de Recife, capital de Pernambuco, que teria colocado um santinho de Irmã Dulce sobre os olhos, e dormiu. Ao acordar, passou a enxergar. Ele conviveu com uma cegueira causada por glaucoma ao longo de 14 anos. 

Maria Rita Lopes Pontes, sobrinha da santa, coordena os trabalhos das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), entidade que proporciona aproximadamente 3,5 milhões de atendimentos gratuitos por ano, sendo 11 mil tratamentos de câncer, ao mês. Os atendimentos acontecem num espaço de 40 mil metros quadrados onde abriga um hospital. 

Irmã Dulce começou esse trabalho, de elevado cunho espiritual, num galinheiro, ao lado do convento, com respaldo da superiora. Carismática,  arrebanhou voluntários, empresas, entre outros, que intermediaram doações que possibilitaram o desenvolvimento da atual gigante obra filantrópica. 

  Jorge Antonio de Queiroz e Silva é historiador, palestrante, professor.



Clube de Autores - livros de todos os gêneros literários  | JB Treinamento
Livros de todos os gêneros literários!

+ noticias
ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE