Notícias

Paraíbas

Professor Jorge Queiroz    Por Jorge A.Queiroz e Silva      
  Sexta-feira,26/07/2019, 20h10
  Fonte: Por e-mail
  Imagem: JB Treinamento em Informática | Um jeito novo de ensinar          Bandeira do Brasil

Credito da imagem: Blog do Eliomar.
Credito da imagem: Blog do Eliomar.

Sou nordestino, pernambucano de Recife, com orgulho, e fui agredido na semana passada, por um político paulistano, radicado no Rio de Janeiro, que adotou postura preconceituosa ao se referir aos (às) nordestinos (as) como "paraíbas".

Esse termo, na sua concepção, está relacionado à acentuada chegada de nordestinos, desde a década de 60 do século passado, para o Sudeste.

Oriundos de famílias menos favorecidas financeiramente, com poucos estudos, os "paraíbas" realizavam trabalhos com menos atributos. Carlos Alberto Faraco, linguista e professor de letras da Universidade Federal do Paraná (UFPR), explica: "O uso pejorativo está claramente vinculado à migração dos nordestinos para o Sudeste. Eram pobres e ficou aquela pecha de recusa a esse tipo de migrante."

A história do Brasil, a partir do colonizador português, está entrelaçada com a história do Nordeste, pois, nessa região, Pedro Álvares Cabral, em 22 de abril de 1500, avistou as terras, onde, na atualidade, está a cidade de Porto Seguro, no estado da Bahia.

Leia também:

Paulo Henrique Amorim e o Partido de Imprensa Golpista

Servidores contra Projeto de Lei que destrói o serviço público.


Herdamos do Nordeste nomes consagrados, em âmbito nacional e internacional. Exemplos: Castro Alves (baiano), o "Poeta dos Escravos"; Rachel de Queiroz (cearense), romancista social, aborda a luta do povo contra a seca e a miséria; Rui Barbosa (baiano), jurista, exímio orador, profundo conhecedor da língua portuguesa e admirado pela inteligência; Jorge Amado (baiano), escritor, com obras traduzidas para 49 idiomas e adaptadas para a televisão e o cinema; Graciliano Ramos (alagoano), escritor que tratou, com maestria, as intempéries do Nordeste; os pernambucanos João Cabral de Melo Neto e Manuel Bandeira, entre outros (as) nordestinos (as) que nos encantam.

  Jorge Antonio de Queiroz e Silva, historiador, palestrante, professor.


Clube de Autores - livros de todos os gêneros literários  | JB Treinamento
Livros de todos os gêneros literários!
+ noticias
ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE