Notícias

Servidores contra Projeto de Lei que destrói o serviço público

Professor Jorge Queiroz    Por Jorge A.Queiroz e Silva      
  Sábado, 29/06/2019, 20h00
  Fonte: Por e-mail
Bandeira do Brasil

Luiz Fernando Rodrigues fala sobre o Projeto de Lei Complementar 4/2019
Imagem: Luiz Fernando Rodrigues fala sobre o Projeto de Lei Complementar 4/2019

Em meio à greve dos servidores da rede estadual de ensino, estive na última quinta-feira, 27, às 14h30, na tenda instalada em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba, para assistir magna aula pública administrada por Luiz Fernando Rodrigues, secretário de Comunicação da APP-Sindicato, sobre o Projeto de Lei Complementar 4/2019, de autoria de Ratinho Junior, governador do Paraná.

Além da reivindicação de 4,94%, o que condiz com a inflação dos últimos 12 meses, e uma proposta para a quitação do pagamento dos atrasados, os servidores pedem a retirada desse PLC 4/2019, que está na Assembleia Legislativa desde o último mês de abril.

O Projeto, caso seja aprovado, estabelece longos 20 anos de duração, com consequências nefastas para servidores, como: extinção da data-base e da carreira; impedimento do recebimento do auxílio-transporte; o não ressarcimento de progressões e promoções, entre outros.

O Projeto não desmonta somente as carreiras dos (das) profissionais da educação, atinge também profissionais da segurança e saúde, o que levará, fatalmente, à precarização do serviço público. É o fim da política do bem-estar social.

Convido o (a) leitor (a) a conferir a conscienciosa fala de Requião Filho, deputado estadual do MDB, sobre esse sombrio momento que atravessam os (as) servidores (as) e a maioria da população paranaense AQUI...


  Jorge Antonio de Queiro e Silva, historiador, palestrante, professor.

  

Clube de Autores - livros de todos os gêneros literários  | JB Treinamento
Livros de todos os gêneros literários!

+ noticias
ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE