Notícias

Brasil, um país dividido e intolerante

   Por Joaquim B. de Souza, Editor
  Quinta-feira, 18/04/2019, 09h55 
  Fonte: Da Redação

Bandeira do Brasil

Imagem: Grupo de Combante a Intolerância Religiosa
Imagem: Grupo de Combante a Intolerância Religiosa

Segundo pesquisa realizada em 27 países e divulgada no Jornal Nacional, o Brasil é o sétimo na escala de intolerância. De acordo com a pesquisa, 84% dos brasileiros veem o país dividido.

A Sérvia é o país mais intolerante do mundo, diz pesquisa, porém o país passou por guerras e conflitos por divisões territoriais. E no Brasil, o que faz do país conhecido como pacífico e ordeiro ser tão intolerante entre as pessoas?

No Brasil, em particular, talvez as explicações estejam nas diferenças políticas e econômicas, mostra a pesquisa. Entre alguns exemplos citados no Jornal Nacional estão às redes sociais que acabaram com amizades por diferenças políticas, religiosas e econômicas.

No JN foi citado o corretor de imóveis, Edmundo Salgado que rompeu amizade “com um grande amigo em função de questões políticas”. Nesse caso, muitas outras pessoas se utilizaram de uma ferramenta muito interessante das redes sociais que é a opção “Bloquear”.

Ninguém precisa ter como amigo que fala mal de você e te ofende de modo pessoal, como eu mesmo recebi certa vez um comentário “professor de merda”. Atualmente, tenho 4.938 contatos no meu Facebook, não preciso de tipos idiotas que por faltam de argumentação, apelam!

Segundo o que foi relatado a “polarização é um fenômeno mundial, constatou a pesquisa feita em 27 nações. Dos entrevistados, 76% disseram que seus países estão divididos”.

De acordo com o que foi divulgado, “Em primeiro lugar, aparece a Sérvia. Argentina, Chile e Peru vêm na sequência. O Brasil está em sétimo lugar, empatado com Estados Unidos, Polônia e Espanha; 84% dos brasileiros veem um racha no país. No geral, a percepção é que o mundo está mais dividido do que dez anos atrás; 62% dos brasileiros pensam assim do país”.

Segundo a avalição dos pesquisadores, “essa divisão tem pelo menos duas consequências: intolerância e desconfiança. No Brasil, só 10% dos entrevistados disseram que confiam nos outros. Só 29% acham que os brasileiros são tolerantes com pessoas de culturas ou de pontos de vista diferentes. Só uma minoria disse que o convívio com pessoas diferentes gera compreensão e respeito”.

Portanto, fatores econômicos, religiosos e políticos se agravaram nos últimos anos devido ao “culto de ódio nas redes sociais”. Como diz o ditado, “desgraça pouca é bobagem”, cada vez mais as pessoas se respeitam menos. Isso é um estopim que vai chegar um dia à espoleta!

 (Fonte: G1)



Clube de Autores - livros de todos os gêneros literários  | JB Treinamento
Livros de todos os gêneros literários!
+ noticias
ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE