Notícias

Dia Internacional da Mulher – As Pioneiras de Novas Conquistas

A professora Luciana Mara Tachini Barbosa fala sobre o Dia Internacional da Mulher

O site Notícias de Jussara PR aproveitando o Dia Internacional da Mulher, que é comemorado no dia 08 de Março, presta algumas homenagens àquelas mulheres que contribuíram ou contribuem com a história promovendo melhorias, cidadania ou civismo. A cada conquista há uma luta da mulher sempre sabotada por ideais machistas arcaicos que impedem avanços quando o assunto é direito da mulher.

Brasil

Dilma Rousseff a primeira mulher presidenta do BrasilDilma Vana Rousseff - foi a primeira mulher eleita presidente do Brasil, o cargo mais alto da nação, em outubro de 2010.

Segundo companheiros de militância política em sua juventude, Dilma teria desenvoltura e grande capacidade de liderança, impondo-se perante homens acostumados a mandar. 

Em face de sua luta para derrubar o regime militar, passou quase três anos presa entre 1970 e 1972 pela ditadura brasileira.

Entretanto, foi pelos caminhos democrátios e pelo voto livre que chegou a Chefe de Estado, tornando-se a primeira mulher eleita presidente do Brasil.



Carlota Pereira de Queiroz foi a primeira mulher eleita deputadaCarlota Pereira de Queiroz - foi a única mulher eleita para Assembléia Nacional Constituinte, em 1933. A médica destacou-se durante a Revolução Constitucionalista, movimento de contestação à Revolução de 1930 ocorrido em São Paulo em 1932, quando conseguir arregimentar 700 mulheres para dar assistência aos feridos no conflito.

Segundo informação do jblog.com.br, Carlota foi autora do primeiro projeto de lei para a criação de serviços sociais no Brasil. Após Getúlio Vargas instaurar o Estado Novo (1937-1945), Carlota lutou pela redemocratização do país, porém apoiou o golpe militar que derrubou o presidente João Goulart em 1964.

Eunice Mafalda Berger Michiles foi a primeira mulher a ocupar um cargo de senadoraEunice Mafalda Berger Michiles - foi a primeira Senadora (mandato 1979-1987) a ocupar uma cadeira no Senado, no Brasil após a morte do titular João Bosco de Lima, sendo sua primeira suplente por uma sublegenda, representando o Amazonas no Congresso Nacional.

Comerciária, funcionária pública e professora primária, foi membro do diretório regional da ARENA, foi eleita deputada estadual em 1974 e, posteriormente, candidata a senadora por uma sublegenda se elegeu primeira suplente de João Bosco de Lima.


Júnia Marise juntamente com Marluce Pinto foram as primeiras mulheres eleitas senadoras pelo voto diretoEm 1990, chegam ao Senado pelo voto direto as senadoras Júnia Marise (Minas Gerais) e Marluce Pinto (Roraima) e desde então pelo menos uma mulher obtém uma cadeira no senado a cada eleição.

Júnia Marise foi vereadora, deputada estadual, deputada federal (1979-1986), vice-governadora e senadora de 1991 a 1999. Tentou a reeleição em 1998, mas perdeu para José Alencar. Júnia Marise e Marluce Pinto foram as duas primeiras mulheres a serem eleitas senadoras pelo voto direto.

Maria Marluce Moreira Pinto juntamente com Júnia Marise foram as primeiras mulheres eleitas senadorasMaria Marluce Moreira Pinto é uma empresária e política brasileira com atuação em Roraima, Estado que representou no Congresso Nacional, sendo ela, juntamente com Júnia Marise as duas primeiras mulheres a serem eleitas senadoras pelo voto direto.

Casada com Ottomar Pinto, transferiu-se para o Território Federal de Roraima onde o marido assumiu o governo após nomeação pelo presidente João Figueiredo. Como primeira-dama atuou na área social, inclusive como coordenadora do Programa Nacional do Voluntariado.



Alzira Soriano de Souza foi a primeira prefeita no BrasilAlzira Soriano de Souza - aos 58 anos foi a primeira prefeita no Brasil, eleita em 1928, no Estado Rio Grande do Norte, na cidade de Lajes. Entretanto, não chegou a tomar posse, pois a Comissão de Poderes do Senado impediu que Alzira tomasse posse e anulou os votos de todas as mulheres da cidade. A prefeita eleita foi impedida de exercer o seu mandato devido à participação de mulheres na eleição fora autorizada excepcionalmente graças a uma intervenção do candidato a presidente da província, Juvenal Lamartine. Segundo informa o post do site fatosdeconhecidos.com.br, o Rio Grande do Norte foi o único Estado brasileiro a permitir que as mulheres fossem às urnas naquele ano. Portanto, a vitória da fazendeira Alzira foi um ato inesperado, e o governo machista logo mexeu seus pauzinhos para impedir o exercício da democracia.

Paraná

Gleisi Hoffmann a primeira mulher eleita senadora pelo ParanáGleisi Hoffmann - foi a primeira mulher eleita Senadora pelo Paraná e a mais votada. Entretanto, a convite da presidente Dilma aceitou ocupar o cargo de Ministra-Chefe da Casa Civil.

Numa autoanálise de seu desempenho na administração federal, a ministra lamentou não poder concluir todas as propostas, como finalizar as concessões de rodovias e aeroportos.

Porém, acompanhou a realização dos maiores investimentos em infraestrurtura que o País já viu, como o PAC 2 e a mobilidade urbana para a realização da Copa do Mundo, no Brasil, depois de 64 anos.


Luciana Mara Tachini Barbosa a primeira mulher eleita prefeita em Jussara PrLuciana Mara Tachini Barbosa - foi a primeira mulher eleita prefeita no município de Jussara, Pr, por apenas um voto contra o seu oponente, em 2008.

Luciana é pedagoga de formação, foi também vereadora no período de 2001-2004 e, atualmente, é presidente do Diretório Municipal de PDT.

Durante seu mandato priorizou políticas públicas com intuito de minimizar paradigmas patidários. Construiu a sede da prefeitura que após 56 anos o município pode ter seu Paço Municipal. Implantou também umas das maiores obras de saneamento básico no município que foi a universalização da rede de esgotamento sanitário, dentro do PAC2, entre outras obras de infraestrutura, como a construção da Super Creche e o Centro do Idoso.


Maria Deia foi a primeira vereadora em Jussara PRMaria Déa de Melo Santos - foi a primeira vereadora eleita no município de Jussara, na década de 50.

Em 1954 após a construção do Grupo Escolar Senador Moraes de Barros, a professora Maria Deia foi a sua primeira Diretora.

Maria Déa foi vereadora na primeira legislatura de 1955-1959, tendo exercido a função de 1ª Secretária da Câmara em 1957 e 1958 e, exerceu a função de Presidente do Legislativo Municipal,
em 1959.

Ela também foi reeleita para a segunda legislatura de 1959-1963, sendo que em 1960 exerceu a função de vice-presidente da Câmarade Vereadores. Em 1962, volta a exercer a função de 1ª Secretária no Legislativo. (Fonte: Câmara Municipal, através do Secretário Paulo Pereira de Souza).




+ noticias

Imagens

08 de março - mulher



INSTITUCIONAL

ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE