Notícias

Pesquisa Conab aponta crescimento nas culturas de soja e milho

Na última sexta-feira (9), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou o levantamento sobre a safra de grãos 2012/2013. O levantamento foi feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e constatou que a produção nacional de grãos está estimada em 186,15 milhões de toneladas, ou seja, 19,95 milhões a mais que a do mesmo período do ano passado, conforme divulgou o site brasil.gov.br.

Segundo o Mapa, a produção de cana-de-açúcar está em expansão, apesar da instabilidade climática, principalmente no Nordeste. De acordo com o segundo levantamento da safra 2013/2014, espera-se um crescimento na produção de 10,7% (652 milhões) em relação à safra 2012/2013 (588,92 milhões). Estes mesmos estudos apontaram crescimento na produção de açúcar (40,97 milhões de toneladas) e de etanol (27,17 bilhões de litros).

O diretor de Cana-de-Açúcar e Agroenergia do Mapa, Cid Caldas, como demonstou o site brasil.gov.br, salientou que o aumento na produção mostra que o governo acertou ao disponibilizar R$ 4 bilhões para renovação de canavial. Segundo o diretor, a população pode ficar tranquila, pois vai ter produto suficiente e preço atrativo para o consumidor. "Entre abril e julho deste ano produzimos 8% a mais de açúcar, 34% a mais de etanol e moemos 20% a mais de cana, em relação ao mesmo período do ano passado. Devemos expandir também a exportação", disse.

Segundo o engenheiro agrônomo Marcos Antonio, da Cocamar, maior recebedor de grãos do município de Jussara e que atua no município desde 1977, as expectavas realmente é de crescimento na produção de grãos, confirmando a pesquisa Conab.

Como afirmou o técnico da cooperativa, esse crescimento se dá muito pelos novos investimentos em tecnologias avançadas para o campo, como aquisições de equipamentos modernos, tanto para plantio quanto para colheita, consequentemente, também melhor aproveitamento das áreas plantadas, tanto no município quanto no Estado.

O entreposto da Cocamar do município de Jussara também está contribuindo com essas melhorias à agricultura ao fazer novos investimentos em sua infraestrutura e logística objetivando o aumento da capacidade de recebimento de grãos.

Segundo o
site oficial da SEAB, os agricultores paranaenses esperam colher 38 milhões de toneladas de grãos, somadas as três safras: de verão, outono/inverno e de inverno no ano agrícola 2012/13. Para a SEAB, este volume representa acréscimo de 23% sobre a safra anterior, segundo pesquisa da produção agrícola realizada pelo Departamento de Economia Rural (Deral) referente a maio.

Para Bernardo Faccin, da Emater Jussara, a produtividade agrícola pode sofrer com as variações do clima, às vezes, com falta de chuvas ou excesso e, em outros casos, a temperatura, ora quente demais, ora fria demais, fatores que afetam diretamente as produções de grãos dos produtos avaliados pela pesquisa Conab.

"São fatores que contribuem para o aumento ou diminuição da produtividade agrícola, mas as avaliações concretas poderão ser obtidas diretamente na SEAB quando  ocorrerem as reuniões para avaliar os números das áreas plantadas, em relação ao volumes de grãos colhido, etc.", afirmou.

Entretanto, para os agricultores não há ainda motivo de comemoração, pois se queixam do custo de produção muito alto, que no final, acaba reduzindo as chances de lucro. Para se ter uma ideia, umo saco de semente de milho de 20 kg pode custar até 500 reais, elevando muito o custo de produção, pois a proporção de plantio é 2.2 sacos/alqueire. Segundos alguns agricultores, os tratos culturais, como adubação, defensivos agrícolas, também elevam demasiadamente o custo de procução, principalmente, agora com os aumentos constantes do dólar. Portanto, a relação produção e preço de mercado para o milho não está agradando nada aos agricultores.

 

(Fonte: brasil.gov.br)

+ noticias

Imagens

Pesquisa Conab



ENDEREÇO

Um Jeito Novo de Informar | Centro
87230000 | Jussara
SUPORTE